Resumo

20/Geral/ticker-posts

'Eu quero falar, eu vou falar', afirmou Cunha aos advogados após pouco mais de 24h preso

O ex-deputado federal cassado Eduardo Cunha afirmou, ainda na quinta-feira (20), aos seus advogados, que está disposto a colaborar com as investigações da Operação Lava-Jato.

"Eu quero falar, eu vou falar", afirmou cunho, ex-presidente da Câmara Federal, após pouco mais de 24h preso.

Cunha, ao notar o abandono de aliados e, sobretudo, do Palácio do Planalto, já chegou a ameaçar: "ficarei conhecido por derrubar dois presidentes do Brasil".

Brasília treme.

Com informações do Valor

Comentários

0 Comentários