CORONAVÍRUS (COVID-19) BOLETINS EPIDEMIOLÓGICO FORQUILHACEARÁBRASIL UMA LUTA DE TODOS NÓS

Juiz sentencia membro do PCC

O traficante internacional de drogas e integrante da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foi condenado a 14 anos de prisão pelo juiz Flávio Vinícius Bastos Sousa, titular da 3ª Vara de Delitos de Tráfico de Drogas de Fortaleza. Lindoberto Silva Castro é apontado como um dos maiores vendedores de drogas do Estado.
O homem também é réu de outros processos que tramitam na 11ª Vara da Justiça Federal, decorrentes de inquéritos da Polícia Federal (PF) oriundos da Operação Cardume, que investigou uma das maiores organizações de tráfico internacional de entorpecentes em atuação no Ceará. Lindoberto seria o elo entre traficantes cearenses e os fornecedores estrangeiros de cocaína e maconha, sediados no Paraguai e Bolívia.
Na decisão do juiz Fávio Vinícius, Lindoberto foi condenado pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito. O réu cumprirá a pena em regime inicialmente fechado e não poderá apelar da decisão em liberdade.
A ação da Polícia Civil que resultou na condenação dele foi deflagrada em 2012 pela Delegacia de Narcóticos (Denarc). Outras quatro pessoas foram presas, na ação. Três delas foram absolvidas e uma morreu.
Diário do Nordeste

Postar um comentário

Comentários com ameaças, ofensas pessoais, pornografia infantil, conteúdos preconceituosos ou qualquer outro que viole a legislação em vigor no nosso país serão excluídos. Qualquer texto publicado por meio do sistema de comentários não reflete a opinião do Forquilha Portal de Notícias ou de seus autores.

0 Comentários