CORONAVÍRUS (COVID-19) BOLETINS EPIDEMIOLÓGICO FORQUILHACEARÁBRASIL UMA LUTA DE TODOS NÓS

Dezembro Laranja alerta para os riscos de câncer de pele

A campanha do Dezembro Laranja para prevenção do câncer de pele tem por objetivo conscientizar a população quanto a um mal que já atingiu mais de 4 milhões de brasileiros. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), cerca de 30% dos diagnósticos de câncer no Brasil, são casos de pele. O INCA estima que, somente em 2016, serão contabilizados cerca de 176 mil novos casos de câncer da pele não melanoma no Brasil.
Mesmo com o reforço das campanhas e todas as informações divulgadas, 106 milhões de brasileiros se expõem ao sol de forma intencional nas atividades de lazer, cerca de 70% da população acima de 16 anos, segundo pesquisa da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), junto com o DataFolha, realizada entre 23 a 27 de agosto deste ano. “Existem inúmeros fatores causais para desenvolvimento dos tumores da pele e o principal deles é radiação ultravioleta que por sua vez, está relacionado à exposição excessiva desprotegida aos raios solares ou ao uso de câmara de bronzeamento artificial”, explica a dermatologista da Clínica Dr. Especialista, Leliane Froede.
Ela lembra que é primordial usar filtro solar diariamente, o maior aliado a proteção contra esse tipo de câncer. “Há vários tipos de protetores solares cada um indicado para um tipo de pele. Os produtos devem ser reaplicados de duas em duas horas e não somente em horários de lazer ou diversão. Os fotoprotetores da radiação UVA e UVB devem contar com fator solar mínimo de 30”, diz. Leliane recomenda ainda adotar outros hábitos como usar óculos de sol, evitar o sol entre 10h as 16h, usar chapéu e camiseta.
Outro cuidado é a realização do autoexame, observando regularmente a própria pele. “Caso você tenha alguma pinta ou manchas que esteja se modificando, mudando de cor ou crescendo; feridas que não cicatrizam, ou mesmo apresenta muitas delas, procure seu dermatologista. Não deixe de consultar seu dermatologista ao menos uma vez ao ano”, afirma

Postar um comentário

Comentários com ameaças, ofensas pessoais, pornografia infantil, conteúdos preconceituosos ou qualquer outro que viole a legislação em vigor no nosso país serão excluídos. Qualquer texto publicado por meio do sistema de comentários não reflete a opinião do Forquilha Portal de Notícias ou de seus autores.

0 Comentários