Brasil tem 60 mortes confirmadas por febre amarela, diz ministério

O ministério da Saúde informou nesta sexta-feira (3) que o número de mortes confirmadas por febre amarela chegou a 60 no Brasil. Deste total, 53 ocorreram em Minas Gerais, quatro no Espírito Santo e três em São Paulo.
Desde o início do surto, os órgãos de saúde brasileiros foram informados de 150 suspeitas de morte por febre amarela – 87 ainda estão em análise e três foram descartadas. Tocantins, que no último boletim tinha apenas uma notificação, agora aperece na lista com uma morte em investigação.
Até então, o país recebeu 921 notificações da doença, sendo que 804 ocorreram em Minas Gerais. Deste valor total, 702 estão em investigação, 161 foram confirmadas e 58 descartadas.




nesta quinta-feira (2), o ministro da Saúde, Ricardo Barros, disse que a cobertura de vacinação das áreas de risco em Minas Gerais chegou a 90%. Com isso, ele afirmou que há uma expectativa de que o número de casos passe a cair.
“Com o aumento da cobertura vacinal, a expectativa é que caia o número de casos suspeitos. Então, isso é uma curva que ocorrerá de forma simultânea. Estamos dando condições aos municípios para aumentar a cobertura vacinal”, declarou Barros.
Na última sexta (28), a Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou boletim com um posicionamento oposto às declarações de Barros. Segundo o órgão, o atual surto de febre amarela deverá chegar a outros estados do Brasil.
Segundo o texto, espera-se a detecção de casos adicionais “devido ao movimento interno de pessoas e de macacos infectados, além do baixo nível de cobertura vacinal em áreas que antes não estavam em risco de transmissão de febre amarela”.

Postar um comentário

Comentários com ameaças, ofensas pessoais, pornografia infantil, conteúdos preconceituosos ou qualquer outro que viole a legislação em vigor no nosso país serão excluídos. Qualquer texto publicado por meio do sistema de comentários não reflete a opinião do Forquilha Portal de Notícias ou de seus autores.

0 Comentários