ÚLTIMAS

Bandidos de facção atacam o Fórum de Maranguape, roubam armas, rasgam processos e picham o prédio

Pela terceira vez em apenas 10 dias, um fórum é atacado por bandidos no Ceará. Após atentados em Tianguá e Senador Pompeu, na madrugada de hoje (18), bandidos invadiram o prédio da Justiça na cidade de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Os criminosos roubaram armas de fogo, destruíram processos judiciais em tramitação e, ainda, picharam as paredes com a sigla da facção Guardiões do Estado (GDE).O ataque já está sendo investigado pela Polícia Civil. No começo da semana, bandidos já haviam feito ameaças às autoridades daquela cidade metropolitana através das redes sociais.
Conforme as primeiras informações, bandidos armados renderam o único vigilante que fazia a guarda do prédio e arrombaram várias salas até chegar ao setor onde existe um cofre para a guarda de armas apreendidas nos autos processuais e que são provas materiais de crimes em apuração.
O cofre foi arrombado e de lá levaram todas as armas de fogo que estavam apreendidas. A quantidade ainda não foi revelada. Policiais militares foram chamados, logo cedo da manhã, para isolar o local, enquanto era providenciada a presença de uma equipe da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) para tentar  colher pistas dos criminosos
Nas portas e paredes das salas de audiência e nos cartórios os bandidos picharam a sigla GDE e a numeração 745 (numa referência às três letras que formam  a abreviatura da facção Guardiões do Estado).
Fóruns atacados
No último dia 8, o Fórum Desembargador Válter Nogueira de Vasconcelos, da cidade de Tianguá (a 314Km de Fortaleza), foi arrombado por criminosos que teriam roubado dali cerca de 15 armas de fogo, além de dois quilos de maconha, material apreendido dentro de processos em andamento.
Já no começo desta semana, bandidos dispararam tiros na porta do Fórum da cidade de Senador Pompeu, no Sertão Central (a 273Km de Fortaleza) e deixaram um bilhete fazendo ameaças de morte ao juiz, promotor e ao delegado da cidade, exigindo a transferência de um comparsa recolhido na Cadeia pública local.  No dia seguinte, uma megaoperação policial foi deflagrada no Município.
Com informações do blogdofernandoribeiro..


0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários serão publicados após aprovação.
Comentários com ameaças, ofensas pessoais, pornografia infantil, conteúdos preconceituosos ou qualquer outro que viole a legislação em vigor no país serão excluídos.

Todo e qualquer texto publicado por meio do sistema de comentários não reflete a opinião do Forquilha Portal de Notícias ou de seus autores.