Câmara de Sobral cumpre decisão judicial e afasta vereador Romário Araújo

O presidente da Câmara Municipal de Sobral, Carlos do Calisto (PDT) baixou uma portaria afastando o vereador Romário Araújo (SD), das atividades legislativas, a pedido da Justiça. A decisão judicial que foi deferida pela Juíza Joyce Sampaio Fontenelle Durval, atende ao pedido feito pelo Ministério Público do Estado do Ceará. 

A portaria também não especificou a tramitação de abertura de processo disciplinar no Conselho de Ética, para apurar a conduta do parlamentar por quebra de decoro e possível cassação do mandato por improbidade administrativa.

Romário, foi denunciado pela Promotoria de Justiça, pelos crimes de estelionato, apropriação indébita e acusado de cobrar dinheiro em troca de cargos. 


A portaria, não convocou o suplente de vereador Johnson Lima (SD), do distrito de Jordão, para ocupar a vaga deixada pelo vereador “Romário”. Entretanto, observadores políticos informam que assessores jurídico do suplente Johnson Lima, já estudam a possibilidade de ajuizar uma ação contra a Mesa Diretora da Câmara Municipal, por crime de “PREVARICAÇÃO”.

Postar um comentário

0 Comentários