Construção civil, salões de beleza e confecção: confira lista de setores que voltam ao trabalho na segunda


O governador Camilo Santana apresentou resumo do plano de retomada da atividades econômicas no Estado durante transmissão ao vivo em suas redes sociais nesta quinta-feira (28). Apesar da renovação do decreto de isolamento social, o governo estadual iniciará uma fase de transição na segunda-feira (1º de junho), etapa que servirá de teste para o retorno econômico.

Camilo detalhou que dois critérios principais foram utilizados para definir os  setores que devem retornar primeiro e quais irão ficar para as últimas etapas. Segundo ele, o risco sanitário e a importância socioeconômica foram os fatores determinantes.

"Do dia 1º ao dia 7, serão liberadas algumas atividades, mas tem critérios a serem seguidos. Há uma tendência de estabilização dos casos, principalmente em Fortaleza, mas quero deixar claro que os próximos 7 dias serão avaliado. A Saúde vai avaliar e determinar se é possível prosseguir com as próximas fases ou não", ressaltou o governador.

Camilo detalhou que dois critérios principais foram utilizados para definir os  setores que devem retornar primeiro e quais irão ficar para as últimas etapas. Segundo ele, o risco sanitário e a importância socioeconômica foram os fatores determinantes.

"Do dia 1º ao dia 7, serão liberadas algumas atividades, mas tem critérios a serem seguidos. Há uma tendência de estabilização dos casos, principalmente em Fortaleza, mas quero deixar claro que os próximos 7 dias serão avaliado. A Saúde vai avaliar e determinar se é possível prosseguir com as próximas fases ou não", ressaltou o governador.

"Isso não é uma abertura, é uma fase de transição. É preciso responsabilidade, pois vidas estão em jogo. Para que não haja retrocesso, é preciso obediência a toda regra de isolamento social", pontou.

Nesta etapa inicial, que irá durar sete dias, 17 segmentos estão autorizados a retomar parcialmente suas operações. Os percentuais de liberação variam de 0,60%, no caso do setor de tecnologia da informação, a 100% para a cadeia da saúde.

Fase de transição (1/06)


Primeira fase (8/06)


Segunda fase (22/06)


Terceira fase (6/07)

 
Quarta fase (20/07)


Confira alguns destaques do plano de retomada econômica

  • Escolas

Passam a funcionar na quarta fase do plano, inicialmente a partir de 20 de julho

Igrejas e templos
Entre 22 de junho e 5 de julho podem funcionar com 20% de sua capacidade
Entre 5 e 19 de julho podem funcionar com 50% de sua capacidade
A partir de 20 de julho podem funcionar com 100% da capacidade


  • Salões de beleza e barbearias

A partir de 1º de junho poderão funcionar com 30% de sua capacidade
A partir da terceira fase poderá funcionar com 100% de sua capacidade



  • Academias, clubes, shows e espetáculos

Poderão funcionar com 100% da capacidade na quarta fase do plano, inicialmente a partir de 20 de julho


  • Shoppings

A abertura dos estabelecimentos nos shoppings segue a ordem de abertura de cada setor de comércios e serviços, contando a partir da primeira fase do plano, inicialmente prevista para 8 de junho


  • Cinemas

Poderão funcionar com 100% da capacidade na quarta fase do plano, inicialmente a partir de 20 de julho


  • Treinos dos times de futebol

Os clubes de futebol participantes da final do Campeonato Cearense (Ceará, Fortaleza, Ferroviário, Barbalha, Guarany de Sobral, Pacajus e Caucaia) poderão voltar a treinar já na fase de transição, a partir de 1º de junho

Também em 1º de junho poderão volta a treinar atletas de esportes individuais


  • Transporte

Metrofor e transporte rodoviário na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) estão na fase de transição e voltarão a funcionar a partir de 1º de junho com 30% da capacidade
Transporte rodoviário interestadual, excursões e locação de automóveis fazem parte da 4ª fase da retomada, a partir de 20 de julho

Postar um comentário

Comentários com ameaças, ofensas pessoais, pornografia infantil, conteúdos preconceituosos ou qualquer outro que viole a legislação em vigor no nosso país serão excluídos. Qualquer texto publicado por meio do sistema de comentários não reflete a opinião do Forquilha Portal de Notícias ou de seus autores.

0 Comentários