CORONAVÍRUS (COVID-19) BOLETINS EPIDEMIOLÓGICO FORQUILHACEARÁBRASIL UMA LUTA DE TODOS NÓS

Mulher acha carteira com R$ 1.200 mil e devolve ao dono em Santana do Acaraú


A dona de casa Socorro Anselmo, encontrou uma carteira com R$ 1.200 e documentos pessoais. O caso aconteceu na tarde do último domingo (24) na cidade de Santana do Acaraú e após descobrir quem era o dono, tratou de devolver o acessório com tudo que havia dentro, além dos documentos e cartões, havia também R$ 1.200 reais em dinheiro. A carteira pertence ao coordenador de Comunicação da Prefeitura, Francisco Jonathan dos Santos Vale, segundo ele, havia perdido a carteira após chegar de viagem em Santana do Acaraú e só percebeu, que havia perdido o objeto quando foi pagar uma conta. Sem esperanças de encontrar o objeto, ele foi procurado na terça-feira (26) e recebeu a notícia de que sua carteira havia sido encontrada com todos os seus pertences, inclusive o dinheiro.

Conforme Socorro Anselmo, o objeto foi encontrado no chão, na rua João Arcanjo de Maria, quando ela foi pegar pedras para se defender do ataque de cachorros, “eu achei essa carteira quando fui pegar umas pedras para jogar nos cachorros, quem sempre correm atrás de mim, quando ando de bicicleta, quando vi aquela carteira aberta e estufada de dinheiro”, relembra.

Depois de identificar o dono, através dos documentos, Socorro não comentou com ninguém que havia encontrado o objeto, pediu ajuda a um amigo, que conseguiu localizar o dono.

Para o funcionário público, foi um misto de gratidão e alívio reencontrar a carteira perdida. "Eu primeiramente agradeci a Deus e em seguida muito a ela, a parabenizei por sua honestidade e pedi muito a Deus que desse mais saúde a ela e que ela continuasse com esse coração bondoso e agraciado que ela tem e que ela continuasse sendo essa pessoa agraciada”, ressaltou.

Aliviado pelo feliz desfecho do caso, Jonathan do Vale gratificou Socorro e o amigo dela pelo gesto notável de honestidade e honradez, “nunca vou esquecer mais disso na minha vida", afirma.

Já Socorro Anselmo analisa sua atitude como algo natural,a "apesar dos problemas, das dificuldades eu sabia que aquela carteira não era minha, descobri quem era o dono e minha obrigação era de devolver do jeito que eu achei", conclui.

A mesma sorte não teve uma dona de casa, que perdeu uma bolsinha com R$ 1.200,00 após sacar na casa lotérica de Santana do Acaraú, o auxilio emergencial no final do mês passado, como não foi Socorro Anselmo que encontrou a bolsinha, o dinheiro nunca foi devolvido para a dona.

Postar um comentário

Comentários com ameaças, ofensas pessoais, pornografia infantil, conteúdos preconceituosos ou qualquer outro que viole a legislação em vigor no nosso país serão excluídos. Qualquer texto publicado por meio do sistema de comentários não reflete a opinião do Forquilha Portal de Notícias ou de seus autores.

0 Comentários