CORONAVÍRUS (COVID-19) BOLETINS EPIDEMIOLÓGICO FORQUILHACEARÁBRASIL UMA LUTA DE TODOS NÓS

Mulher morta a tiros em Juazeiro pelo ex-companheiro dentro de um Uber

Crime aconteceu em frente à casa da vítima e o acusado é o ex-companheiro dela apelidado por "Negão da Bros".
 (Foto: Agência Miséria)
Um crime de feminicídio foi registrado por volta das 9 horas desta quinta-feira na Rua do Ancião (Tiradentes) em Juazeiro do Norte. Cícera Amaroto da Silva, de 38 anos, que era conhecida como “Márcia”, chegava em sua residência quando foi surpreendida pelos disparos de arma de fogo. Ela voltava para casa após fazer algumas compras num supermercado do bairro Limoeiro e terminou assassinada dentro do Uber que tinha contratado para trazê-la de volta.

Márcia morreu no interior de um Fiat Palio de cor branca e o motorista do aplicativo abandonou o mesmo assustado, mas não foi atingido pelos projéteis. Uma ambulância do SAMU esteve no local, porém os profissionais de saúde apenas constataram o óbito. Segundo testemunhas, o acusado do crime é o ex-companheiro dela identificado por Alberlan Rocha Silva, o “Negão da Bros” de quem estava separado há oito meses e já tinha contraído novo relacionamento com um advogado.

Existem informações que o acusado já tinha efetuado disparos contra o portão da casa dela em algumas oportunidades. Recentemente, “Negão” foi preso por equipes do RAIO em Caririaçu tendo em seu poder cinco armas de fogo. Patrulhas do Policiamento Ostensivo Geral estivaram no local do crime e estão diligenciando com o apoio do moto patrulhamento com o objetivo de prender o acusado que tem várias passagens pela polícia.

Essa foi a oitava mulher assassinada este ano em Juazeiro do Norte e a 13ª em todo o Cariri se igualando ao ano passado quando 13 mulheres foram mortas em nossa região. A última tinha sido Débora Nascimento Santos, de 21 anos, que residia na Rua Francisco Samuel Saraiva (Aeroporto) numa suposta queima de arquivo, no dia 8 de abril, quando, igualmente, retornava de um supermercado. É que, naquele dia, o seu companheiro Cícero da Silva Nascimento, de 24 anos, foi morto a tiros na sua frente.

Postar um comentário

Comentários com ameaças, ofensas pessoais, pornografia infantil, conteúdos preconceituosos ou qualquer outro que viole a legislação em vigor no nosso país serão excluídos. Qualquer texto publicado por meio do sistema de comentários não reflete a opinião do Forquilha Portal de Notícias ou de seus autores.

0 Comentários