Resumo

20/Geral/ticker-posts

Mulher corta genital do namorado e joga na privada após suspeitar de traição

 Caso bizarro aconteceu em Taiwan; mulher se entregou para a polícia e disse ter "agido por impulso"

Um possível caso de infidelidade virou caso de polícia em Taiwan. Uma mulher se entregou a uma delegacia após usar uma tesoura de cozinha para cortar o órgão genital do namorado e jogá-lo na privada para que não pudesse ser reimplantado. As informações são do jornal britânico Daily Mirror.


Segundo apurado pelo jornal, o caso aconteceu no condado de Changhua. A vítima é um homem de 52 anos, identificado apenas como Huang. Ele estava dormindo após ter jantado, quando sofreu o ataque.


Ao acordar, o homem percebeu uma grande quantidade de sangue na região da cintura e descobriu que havia sido mutilado pela suspeita, Phung, de 40 anos.


Ainda segundo a publicação, a mulher foi até a delegacia da região e admitiu ter cometido o crime. No relato, ela afirmou ter cortado o membro do companheiro após ter desconfiado da fidelidade dele. Na sequência, ela acabou se desculpando pelo ocorrido e admitiu ter “agido por impulso”.


Uma equipe de paramédicos foi ao apartamento, realizou os primeiros socorros e encaminhou o homem para um hospital.


Vítima não poderá ter relações sexuais

Em entrevista ao Taipei Times, de Taiwan, o porta-voz dos bombeiros afirmou que a vítima “conseguia caminhar sozinha, mas sangrava profusamente”.


A equipe médica que atendeu a vítima, revelou que foi realizado um processo cirúrgico para estancar o sangramento. Ele perdeu cerca de 20% do órgão genital e não poderá mais ter relações sexuais. Além disso, uma cirurgia para a reconstrução da uretra foi necessária.


Após a detenção da mulher e da apreensão da arma utilizada no crime, que foi encontrada próxima da parta da residência, a polícia pretende agora entender se a acusada colocou algum tipo de droga ou sonífero na comida do namorado para “facilitar o processo de extração”.

Comentários

0 Comentários